Ensino Fundamental I e II


A Legislação determina que Curso Fundamental tenha 9 anos. Seu início ocorre no 1º ano -que deve funcionar, preferencialmente, nos ambientes da Educação Infantil- para crianças com, pelo menos 06 anos de idade ou a completar até 30 de junho do ano civil da matrícula. Até o 5º ano responde pelo nome de Fundamental I e do 6º ao 9º ano é conhecido como Fundamental II.

Novos desafios surgem no processo ensino-aprendizagem. O desenvolvimento das crianças pede, em sala de aula, uma maior concentração conjugada à necessária participação dos alunos.

No Mazzarello, o aluno amplia a relação com o coletivo e constrói novos conhecimentos, aprofundando a capacidade de reflexão. Gradativamente, vai se apoderando da fluência na leitura, na escrita correta, na produção e interpretação de textos e enunciados, bem como da transposição de tais conhecimentos para o dinamismo do cotidiano. Cresce no domínio do cálculo, na compreensão do ambiente social e político, da tecnologia, das artes e valores nos quais se funda a sociedade, na compreensão do seu mundo e momento histórico.

Paralelamente, crescem situações e elementos para a formação humano-cristã-integral dos adolescentes: aprender a viver com ética e cidadania, saber acolher e respeitar as diferenças, desenvolver suas múltiplas habilidades, abrir-se ao transcendente e ao outro -cultura das relações interpessoais, da solidariedade e da paz-, trabalhar em equipe, assimilar o PROERD -Programa de Educação e Resistência às drogas-, entre outros.

Na matriz curricular aparecem, além do conteúdo comum a todas as escolas: língua inglesa desde os primeiros anos, língua espanhola no 9º ano, Educação para o pensar e Educação Musical -do 2º ao 5º ano, Ensino religioso (Cultura religiosa), Avaliação externa GEEKIE no 5º ano, GEEKIE e Simulados no 9º ano, Material Didático Digital -MDD- do 6º ano em diante.

Ao longo do Curso Fundamental, são oferecidas aos alunos, na grade curricular ou fora dela -atividades extracurriculares-, diferentes oportunidades para o desenvolvimento de suas habilidades específicas: balé, judô, violão, treinos esportivos, artes plásticas, teatro –TEMA e TEMA TEEN-, sala de leitura, pastoral juvenil, experiência de voluntariado, excursões pedagógicas, concursos, competições, feiras culturais entre outras.