Novena - Maria Auxiliadora


DIA 16 MAIO 2018

Passagem mariana: Lc 1, 39-45

 

REFLEXÃO:

“A energia que se desencadeia num contato”.

Lendo as páginas do Evangelho algumas palavras chamam a atenção: LEVANTOU, FOI DEPRESSA, MAL OUVIU, FICOU CHEIA, EM ALTA VOZ.

            Maria mal recebeu o Anúncio do Anjo e já se levantou. Este é o aspecto importante de uma vida de fé, colocar-se no alto e fazer parte do Céu, sentir-se Altura do Céu.

             A segunda palavra: depressa, mostra a prontidão de Maria. Aquilo que nos revela o encontro com ele e não pode ficar retido, pois é força que anima nossa caminhada.

            A terceira palavra: “mal ouviu”, mostra o caminho de fé que se dá pelos sentidos. Desligar o cérebro, a racionalidade e encontrar Jesus nas emoções.

            A quarta palavra: “ficou cheia”, mostra a acolhida de Jesus na plenitude. Ter a certeza que cuida de todos os meus vazios, protegendo-os com seu infinito amor.

            A quinta e última palavra: “em voz alta”, mostra que a pessoa que já fez a experiência de Deus na própria vida, não pode se calar. Quem acolhe Deus deve anunciar as maravilhas realizadas com Ele.

Rezemos:

            Por todos os jovens, vítimas do vício das contradições. Para que sintam a voz de Deus que, através das suas mediações, chama-os a viver a sua vida com dignidade e em plenitude. Para que possam um dia exclamar com alegria: “Tu converteste o meu pranto em festa, tiraste-me o luto e revestiste-me de júbilo, por isso meu coração te cantará sem cessar; Senhor, meu Deus, eu te louvarei para sempre” (Salmo 30).

            Ave Maria.........

 

(Texto elaborado por uma jovem da Itália e adaptado pelo professor Anderson Luis Rosa - Pecó).


Notícia publicada em: 16/05/2018